Juntos melhoramos a qualidade dos serviços básicos

Plano-Estratégico-2020-2024

Quem Somos

Facilidade – Instituto para Cidadania e Desenvolvimento Sustentável (ICDS) é uma organização não-governamental moçambicana com sede na cidade de Nampula.  Foi fundada em 2011 pela equipa da CSDF e outros actores da sociedade civil, com base na sua rica experiência, reputação sólida e uma equipe profissional e dedicada, como resposta à falta de financiamento e apoio às organizações a nível distrital no país.

Visão e Missão

A Facilidade espera contribuir para uma sociedade onde mulheres e homens possuem igualdade de oportunidades, gozam dos mesmos direitos, assumem as suas responsabilidades cívicas e são capazes de defender os seus interesses e os da comunidade em que estão inseridos. Para isso, a Facilidade irá reforçar a capacidade técnica e organizacional de cidadãos e organizações da sociedade civil para que sejam actores relevantes em suas comunidades. Irá também desenvolver modelos de intervenção que promovam a sua sustentabilidade.

O conjunto de estratégias e acções propostas neste plano baseiam-se na crença de que a qualidade dos serviços básicos em Moçambique só irá melhorar de forma sustentável se os cidadãos, mulheres e homens, estiverem envolvidos na sua gestão.

Objectivos do Plano Estratégico 2020 – 2024

qualidade de serviços públicos e desenvolvimento sustentável. Para cada área temática de intervenção foram identificados os problemas e as acções prioritárias:

Área Temática

 

 

Educação:

Principais Problemas

Crianças frequentam a escola, mas não estão a aprender. Existe uma crise generalizada de aprendizagem e as crianças não adquirem as competências básicas de leitura, contagem e cálculo nas classes iniciais.

Objectivos estratégicos

  • Produzir evidências sobre o estágio da aprendizagem das crianças no país através da avaliação liderada pelos cidadãos
  • Testar e propor a adopção de práticas e modelos de ensino que acelerem a aprendizagem da leitura, contagem e cálculo das crianças que frequentam a escola
  • Influenciar a melhoria da assiduidade dos professores e alunos por meio da acção dos cidadãos e Conselho de Escola.

Contribuir para a melhoria das competências básicas de leitura, contagem e cálculo dos professores para que estes possam melhorar as competências dos alunos.



Saúde:

Mulheres e raparigas em especial sofrem de mau atendimento e não têm acesso aos medicamentos essenciais para a sua saúde sexual e reprodutiva.

  • Capacitar os comités de co-gestão de saúde sobre o seu papel e funcionamento.
  • Produzir relatórios sobre a percepção pública da qualidade da prestação de serviços de saúde aos utentes.
  • Contribuir para a melhoria do atendimento e humanização dos serviços de maternidade e acesso aos medicamentos.

Melhorar o acesso aos serviços de saúde sexual e reprodutiva através de campanhas de sensibilização junto a grupos de mulheres.



Água e Saneamento:

Mais de metade da população rural em Moçambique não tem acesso à água potável e ao saneamento do meio. Onde há fontes de água, na sua maioria não são geridas de forma sustentável e continuam práticas recorrentes de fecalíssimo a céu aberto.


  • Produzir evidências sobre o nível de acesso às fontes de água potável no meio rural.
  • Melhorar a gestão comunitária das fontenárias.

Influenciar a melhoria da higiene e saneamento do meio nas comunidades.




Inclusão Social:

Aumentam os índices de precariedade social associados à exclusão social a vários níveis no seio dos grupos minoritários ou egligeiados como mulheres, crianças e idosos. Grande parte de raparigas está afectada por problemas relacionados com gravidezes precoces resultantes dos casamentos prematuros.

 
  • Aumentar o nível de conhecimento e sensibilidade para educar contra Violência Baseada no Género (VBG).
  • Fortalecer a capacidade de autossustento da mulher para não perpetuar a VBG.
  • Melhorar o acesso aos serviços de saúde sexual e reprodutiva através de campanhas de sensibilização junto a grupos de mulheres. 

 

Mudanças Climáticas:

A população rural e periurbana está exposta a riscos de calamidades naturais e é vulnerável a eventos naturais como inundações, ciclones e seca.

Incentivar as comunidades a construir modelos de casa mais resiliênte as mudanças climáticas.

Sensibilizar e informar a comunidade sobre a necessidade de cuidar do meio em que vivem com vista a garantira sobrevivências das novas gerações

CLIQUE AQUI PARA VER O RESUMO DO PLANO ESTRATÉGICO 2020 – 2024

A Facilidade ICDS tem a honra de apresentar o resumo do Plano Estratégico 2020-2024.

TEORIA DE MUDANÇA

CLIQUE AQUI PARA VER A TEORIA DE MUDANÇA

A Facilidade-ICDS acredita que a qualidade dos serviços básicos só irá melhorar de forma sustentável se os cidadãos estiverem envolvidos na sua gestão.